Como a tecnologia impulsiona os negócios?

Tecnologia e negócios têm tudo a ver. Um levantamento da TNS Research, divulgado em 2019, apontou que empresas que investem em inteligência de dados, Big Data e mobilidade tendem a faturar até 53% mais

O número é expressivo e reforça a importância de incorporar ferramentas inovadoras às rotinas corporativas. Na prática, não se trata apenas de aprimorar processos, otimizando as respostas da equipe. O que está em xeque, neste caso, é a competitividade: a digitalização está mudando a forma como as organizações criam e entregam valor

Neste post, você entenderá de que modo a tecnologia pode (e deve) alavancar suas operações. Primeiro, detalharemos quais sãos os principais ganhos para, em seguida, compartilhar quais soluções merecem a sua atenção ─ e o seu investimento. 

Boa leitura e bons insights! 

Como a tecnologia impulsiona os negócios? 

A tecnologia é um grande catalisador de transformações. Desde a Revolução Industrial, soluções disruptivas endossam empresas inovadoras e conduzem a evolução do mercado. Hoje, mais do que nunca, investir em aparatos tecnológicos não é uma opção: é uma urgência. 

Otimiza tempo e dinheiro 

A lei da escassez é implacável: quanto mais limitado um recurso, mais valioso ele é. Diante disso, fica fácil entender os motivos que tornam tempo e dinheiro dois ativos essenciais ao crescimento de qualquer negócio, independentemente do porte ou do segmento. 

A boa notícia é que a tecnologia é capaz de otimizar os dois. Pense, por exemplo, na sua infraestrutura de hardware. É possível que algumas máquinas ─ tanto as estações de trabalho quanto os servidores ─ estejam ultrapassadas e, por isso, não performem na velocidade desejada.  

Outro cenário comum, ainda que altamente prejudicial, é a falta de mobilidade. A situação é a seguinte: um de seus executivos está em viagem de negócios precisa consultar dados estratégicos para fechar um novo contrato. As aplicações locais, no entanto, dificultam o acesso às informações e, por falta de embasamento, o impedem de formatar a melhor (e mais atrativa) proposta comercial.    

Em ambos os casos, é provável que a sua empresa saia perdendo. Enquanto o retrabalho pressupõe o consumo extra de tempo e energia, a dificuldade de executar tarefas ─ remotamente ou in loco ─ compromete a produtividade e os ganhos do negócio.  

A solução para esse tipo de impasse é iminente: invista em tecnologia! 

Melhora o controle e a segurança operacional 

Dispensar o papel foi o primeiro grande salto para maximizar o controle operacional. Há alguns anos, ainda era necessário imprimir um cadastro, uma proposta comercial ou um relatório de vendas. Muitos dados sensíveis ficavam expostos e corriam o risco de acabarem perdidos. 

Agora, graças aos avanços tecnológicos, as informações transitam com segurança e velocidade entre os profissionais responsáveis por cada processo, facilitando a integração de áreas e de empresas. Com isso, nada é deixado para trás: as aplicações são rastreadas e qualquer modificação pode ser facilmente acompanhada por um administrador autorizado.  

A sistematização de rotinas foi, então, o primeiro passo. O degrau seguinte ficou por conta da procura por mais flexibilidade: a diluição das barreiras físicas acabou por empoderar os gestores e contribuiu para potencializar as entregas sem prejudicar o monitoramento de tarefas. 

Vale lembrar, ainda, que alta disponibilidade não é (e nem pode ser) sinônimo de falta de segurança. Pelo contrário: tão importante quanto garantir a mobilidade da solução é investir na proteção dos processos. Certifique-se de contar com uma tecnologia flexível, estável e, acima de tudo, confiável. 

Quais tecnologias podem transformar a sua operação? 

Uma recente análise da McKinsey revelou que as empresas líderes em maturidade digital apresentam desempenho superior, registrando taxa de crescimento de EBITA até 5x maior. Há, entre elas, um segredo compartilhado: todas investem em tecnologia de ponta. 

Fica claro, portanto, que a melhor maneira de alavancar os resultados corporativos é implementar soluções robustas, integradas e transparentes. Conheça algumas das principais! 

Software de gestão (ERP) 

De acordo com a IDG Researchempresas que usam sistemas ERP crescem até 35% mais rápido. Os principais benefícios estão associados à centralização de dados, à eliminação do retrabalho e, claro, à efetividade da gestão, que passa a contar com relatórios dinâmicos e dashboards personalizados. 

O ERP é responsável por padronizar fluxos de trabalho e automatizar as rotinas da operação, permitindo que os profissionais tenham mais tempo para focar no que é importante e estratégico: desenvolver diferenciais de alta competitividade. 

Aplicações em nuvem 

A computação em nuvem cresce em ritmo acelerado ─ e o mesmo acontece com as empresas que adotam a tecnologia para gerenciar aplicações essenciais ao dia a dia. Segundo a Deloittepequenas e médias empresas que usam serviços em nuvem são até 21% mais rentáveis.  

Além de maximizar os lucros, a cloud computing também proporciona economia aos caixas do negócio. A manutenção da infraestrutura adequada, por exemplo, fica a cargo do fornecedor. Todo o aparato de segurança, incluindo o backup de informações e a replicação de alta performance, também permanece sob a responsabilidade da empresa contratada. Ou seja: um time altamente especializado o focado em soluções em nuvem está sempre à disposição dos seus processos. 

Cibersegurança 

Em 2017, o Brasil foi o segundo país que mais perdeu dinheiro com crimes cibernéticos. Mundialmente, o prejuízo é ainda maior: foram mais de US$ 172 milhões roubados em mais de 20 países. 

Frente a cifras tão significativas, os gestores mais antenados já perceberam a necessidade de reforçar a proteção de dados. É por isso que, em 2020, a previsão é de aumento de 2,4% nos investimentos mundiais em cibersegurança, somando quase US$ 124 bilhões. Iniciativas para blindar as operações são, de fato, inadiáveis. 

A essa altura, você provavelmente já está convencido de que a tecnologia é essencial ao desenvolvimento dos negócios. No entanto, vale o alerta: não se trata de implantar qualquer tecnologia. Na modernização de processo, assim como no planejamento operacional, é preciso estabelecer metas, detalhar prioridades e contar com bons parceiros.  

Aproveite para conhecer os serviços da Ativy Digital e, claro, boa sorte na jornada! 🚀 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *