Principais desafios dos gestores de TI

A Gartner lançou, no fim de 2020, um e-book chamado Top Strategic Technology Trends 2021, em que lista quais seriam as principais tendências de TI para este ano. Segundo a pesquisa que embasa a publicação, os profissionais do setor deveriam estar atentos à centricidade das pessoas, independência de localização e entrega resiliente. 

No entanto, conseguir acompanhar a rápida evolução das tecnologias ainda é um dos maiores desafios que gestores de TI precisam encarar, seja pela velocidade com que elas se desenvolvem, seja por limitações que a área enfrenta dentro das organizações. 

Quer entender um pouco mais sobre esses desafios? Esse artigo pode trazer insights sobre o cenário atual e como solucioná-lo! 

Acompanhar a evolução das tecnologias 

Como comentado no início deste artigo, acompanhar a rápida evolução das tecnologias e, assim, adaptar-se às tendências que elas trazem ao setor pode ser considerado, talvez, o maior desafio dos gestores de TI. 

Manter o time atualizado e tecnicamente qualificado para cada uma das novas tecnologias que surgem pode ser impensável. Por isso mesmo, uma das soluções para esse problema seja a contratação de profissionais de TI on demand, ou seja, quando há a necessidade de implantar um novo projeto de TI ou reforçar a equipe com um profissional especializado de fora. Ele contribui com a expertise necessária para colocar a operação em funcionamento de maneira rápida e eficiente. 

Manter dados sensíveis protegidos 

Os ciberataques às redes corporativas são uma preocupação constante das empresas – estejam suas informações sigilosas armazenadas on premise ou em nuvem –, principalmente após a entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em 2020. E é responsabilidade do gestor de TI garantir a segurança constante dessas informações. 

No entanto, os ataques hackers estão cada vez mais sofisticados e as táticas usadas para invadir redes corporativas para sequestrar, roubar ou apagar dados sensíveis são aperfeiçoadas e evoluem muito rapidamente. 

Com uma equipe enxuta de TI, controlar, em tempo real, todas as operações da empresa e, assim, conseguir responder rapidamente a alguma atividade suspeita pode ser inviável. Assim, o ideal é contar com um serviço externo de monitoramento proativo do ambiente de TI que, além de mitigar impactos negativos em caso de tentativas de invasão, podem estar mais atualizados em relação às táticas de ataques de cibercriminosos. 

Integrar equipes internas e externas 

Uma das maneiras mais rápidas de ganhar eficiência e estar sempre atualizado em relação às tendências do setor é contratando serviços de TI on demand, ou seja, consultorias com expertise em ajudar a equipe interna a operacionalizar o ambiente de TI de acordo com a necessidade de cada projeto. 

Porém, essa estratégia pode gerar desconforto e insegurança para os colaboradores da empresa. O desafio do gestor de TI é integrar as duas equipes – interna e externa – de modo que ambas trabalhem em cooperação e não ocorra o “boicote” aos profissionais de fora. Para isso, o gestor deve deixar clara a estratégia adotada e estar atento a qualquer sinal de reatividade das equipes. 

A contratação de serviços de TI on demand pode ser a melhor solução para que empresas consigam acompanhar ou se antecipar às tendências do setor com eficiência e agilidade. Ainda tem alguma dúvida? Fale com um Ativer para que possamos ajudar seu gestor de TI a passar pela transformação digital necessária para impulsionar tanto o seu negócio quanto as pessoas que dele fazem parte! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.